Silêncio do prefeito de Montadas conquistou vice que se reintegrou ao grupo

Politica

05/01/2018 às 23h26

Silêncio do prefeito de Montadas conquistou vice que se reintegrou ao grupo

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 294 VEZES

MONTADAS - Em entrevista concedida ao helenolima.com na noite desta sexta-feira (5), o vice-prefeito, Lulu (PSD), que novamente se realinhou politicamente com o prefeito, Jonas de Sousa (PSD), disse que o motivo de sua saída em julho de 2017 do bloco de situação, se deve ao fato de controvérsias no início do mandato onde ele e o gestor não se entenderam e acabaram rompendo.

 

"Mas a amizade que tenho com os 'meninos' aqui, haja vista que são 34 anos de convivência e todos foram meus alunos,aliado ao incentivo da minha esposa, meus filhos, meu pai... em fim, toda a minha família, decidi me realinhar novamente com o prefeito", disse Lulu.

 

Acostumado a ensinar em sala de aula, o professor teve uma verdadeira aula do chefe do executivo que, sem proferir palavras, lhe ensinou muito.

 

"O silêncio de Jonas após o rompimento também trouxe grandes ensinamentos, pois apesar de eu ter esculhambado muito, ter dito muita bobagem, muita besteira, em momento nenhum ele me criticou, nem me agrediu verbalmente, como eu o agredi tanto", lembra.

 

Lulu disse que na reunião desta sexta, onde 'fumaram o cachimbo da paz ', em um restaurante na zona norte de Campina Grande, pediu desculpas ao prefeito pelo seu destempero verbal.

 

"Pedi desculpas a ele, conversamos numa boa. Deu tudo certo. Ele me chamou para participar da gestão, porque realmente o mandato foi confiado a ele e a mim pelo povo, que nos escolheu. Então temos satisfação a dar ao povo", pontua.

 

"Jonas vai dar uma reformada geral agora esse ano e no restante do mandato dele e estamos juntos. Não vou abandoná-lo e ficar torcendo que dê tudo errado para a população. Então, foi isso que pesou também e eu voltei, estou aqui do lado para ajudar no que for preciso".

 

O vice-prefeito disse ainda que tudo isso que aconteceu lhe serviu como ensinamento.

 

"Foi um ensinamento grande para mim também tudo isso que aconteceu. Como sou novo na política, estou entrando agora, é muita coisa, pois temos que analisar para poder falar qualquer coisa ou querer decidir. Tem que ser planejado, bem pensado e decidir o futuro do povo, não pode ser de cabeça quente. Tem que ser bastante calmo e com muita coerência, ouvindo muito as pessoas", pondera.

 

A questão da secretaria de cultura e esporte, que tínhamos acordado antes da eleição, agora deu tudo certo. Estamos juntos de novo e queremos fazer um bom trabalho para a população de Montadas neste mandato", arremata.

 

Por fim, ele agradece ao bloco de oposição pela acolhida logo após o anuncio do rompimento com o prefeito.

 

"Tive também um grande apoio da oposição, que me acolheu muito bem e agradeço bastante. Foi muito bom está junto com eles, poder participar. Mas fui eleito pelo lado de Jonas e é a ele que tenho que prestar meu maior apoio", conclui.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook

 -->