"Homem Aranha" é preso ao escalar muro da Cadeia de Juazeirinho com drogas

Policial

21/11/2018 às 00h05

"Homem Aranha" é preso ao escalar muro da Cadeia de Juazeirinho com drogas

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 3167 VEZES

JUAZEIRINHO - Um homem de 24 anos foi preso após ser flagrado por câmeras de segurança escalando o muro da Cadeia Pública da cidade com uma sacola plástica na boca contendo drogas para entregar a alguns apenados. (Veja o vídeo AQUI).

 

As câmeras de segurança, o flagraram escalando o muro de vizinhos da unidade penal e arremessando vários objetos envolvidos em uma sacola plástica, na noite de segunda-feira (19).

 

Com o trabalho conjunto dos agentes penitenciários e da Polícia Civil (PC), foi identificado o suspeito e, na tarde desta terça, sua prisão foi efetuada.

 

Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Juazeirinho, onde teria confessado que havia drogas e celulares na sacola que carregava e, mediante essa confissão e as imagens, teve a prisão decretada e logo foi recolhido à Cadeia Pública local.

 

Os agentes penitenciários com o apoio da Polícia Civil, realizaram revista em busca dos objetos lançados, contudo, não foi possível encontrar nem saber quais objetos adentraram na unidade.

 

A ação do suspeito impressiona pela ousadia e rapidez que desenvolveu o ato criminoso, em menos de três minutos o mesmo, com uma sacola plástica segura em sua boca, escalou os muros de vizinhos e da unidade, subiu ao teto e arremessou a sacola.

 

É de se ressaltar que no dia 12 deste mês, já foi por aqui noticiado, uma operação "pente fino" naquela unidade penal, onde foi encontrado vários celulares, espetos e objetos ilícitos.

 

Segundo o ASP, Kalleo Pereira, "a aquisição recente das câmeras de segurança por meio da Prefeitura Municipal de Juazeirinho, foi fundamental para a prisão do suspeito, zelar pela disciplina e aplicação de regras dentro da prisão, é de fato espinhoso, pois se depende de estrutura que nem sempre se dispõe, a ajuda percebida pela Prefeitura Municipal, Poder Judiciário e Secretaria de Estado da Administração Penitenciária, têm-se mostrado bastante eficaz", afirma.

 

"Diante das angústias de nossa profissão, é preciso esclarecer um pouco sobre nosso trabalho. Temos lutado para conscientizar a sociedade sobre o que fazemos em nosso trabalho diário, ao mesmo tempo em que procurado aprimorar nossa prática do dia a dia".

 

Segundo Kalleo, o trabalho penitenciário tem grande importância para a sociedade e que os agentes têm contato diário e direto com os presos e é sua figura que representa a sociedade que os segregou.

 

"O trabalho de resolução de conflitos e crise é uma constante, não raro os agentes precisam usar de habilidades que vão além das questões de segurança. É preciso estar sempre atento aos perigos e às necessidades dos presos e sempre pronto a atender o público externo, como as famílias e advogados, assim como dar suporte ao trabalho interno dos técnicos e profissionais das outras áreas que trabalham na prisão", pontua.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook