Primeira Chance: inscrições para empresas estão abertas até o dia 29

Educação

18/06/2019 às 11h15

Primeira Chance: inscrições para empresas estão abertas até o dia 29

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 171 VEZES

As inscrições para empresas do setor de turismo, hospitalidade e lazer no programa Primeira Chance seguem abertas até o dia até 29 do corrente mês.

 

Lançado em abril pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da educação e da ciência e tecnologia, o programa estadual visa incentivar a concessão de estágio, aprendizagem e primeira experiência profissional para egressos e estudantes do ensino médio da rede Estadual de educação da Paraíba.

 
Ao longo do ano as vagas serão lançadas em diversas áreas, mas a primeira chamada pública lançada dia 28 de maio tem por objetivo o cadastro de empresas do setor de turismo, hospitalidade e lazer vinculadas a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) que desejam receber estagiários bolsistas do Primeira Chance.
 

Esse primeiro edital oferece 40 vagas de estágio para alunos do ensino técnico de seis escolas do Estado, dos cursos de cozinha, eventos, administração, comércio, serviço de bar e restaurantes e hospedagem.
 

As empresas interessadas devem se inscrever por meio de formulário eletrônico disponível AQUI.

 
Primeira Chance

 

Além de uma oportunidade para alunos do ensino médio regular, pode ser a primeira chance para mais de 2.500 estudantes de cursos técnicos e alunos egressos da Rede.

 

Em 2018, a Paraíba já contou com 191 estagiários e 60 contratações nos cursos técnicos.

 

Agora será montando um banco de talentos e os alunos terão duas vias de ingresso em estágios.
 

A primeira via é demanda das empresas e instituições que procurarão o banco de talentos de acordo com sua necessidade e será acompanhada pelo programa com mentoria e supervisão.

 

A segunda via são editais lançados pelo programa que garantirão mentoria, supervisão e bolsa. Esses editais serão abertos para áreas a partir das políticas de desenvolvimento setorial.

Comentários

Veja também

Facebook