Preso em Queimadas homicida de alta periculosidade

Policial

22/06/2018 às 10h19

Preso em Queimadas homicida de alta periculosidade

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 708 VEZES

 Leandro Farias Guimarães, suspeito de ser um dos autores da morte do sargento Francisco de Assis Pereira Marinho, encontra-se preso em Queimadas na Cadeia Pública.


O crime ocorreu na madrugada de 11 de junho em frente a casa onde morava no sítio "Ferraz", em Queimadas.
Contra ele já havia um Mandado de Prisão em aberto.


Nesta quinta-feira (21/06) o delegado seccional de Queimadas, Iasley Almeida, divulgou nas redes sociais que "a polícia civil, por meio do Núcleo de Homicídios/GTE-11ªDSPC, sob o comando do delegado Cristiano Santana, acaba de dar cumprimento a mandados de prisão preventiva em desfavor de Leandro Farias Guimarães, conhecido como "briba", criminoso de alta periculosidade que aterrorizava a área de Boqueirão e autor identificado de vários homicídios".

 

Iasley adiantou também que "após as primeiras diligências realizadas pela Polícia Civil, Leandro é considerado um dos suspeitos de ter roubado e depois matado com disparos de arma de fogo o sargento da PM".
 

Por fim, o delegado elencou uma série de homicídios que Leandro é acusado:
 
 
*Manoel Vital da Silva, "Manoel do coentro", homicídio praticado no dia 01/03/18, zona rural de Aroeiras;
*Salatiel Gonçalves da Costa, homicídio praticado no em dia 09/01/18, em Barra de Santana;
 
 
*Jonas Pereira da Silva, "joaninha", homicídio praticado no dia 01/02/2018, em Boqueirão;
 
 
*Elias Ribeiro Ferreira, "Elias cabeção", homicídio praticado no dia 03/02/2018, em Boqueirão;
 
 
*Jean Carlos Pereira da Silva, homicídio praticado no dia 25/02/2017, em Boqueirão.
 
 
Além desses fatos, o acusado Leandro foi identificado como sendo um dos autores do roubo do veículo e arma de fogo de um policial federal praticado no dia 30/03/2018.
 

Da redação com informações de Renato Diniz

Comentários

Veja também

Facebook