Prefeito gasta mais do que arrecada e termina ano com rombo de R$ 2,2 milhões

Econômia

01/01/2018 às 16h37

Prefeito gasta mais do que arrecada e termina ano com rombo de R$ 2,2 milhões

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 1327 VEZES

TAPEROÁ (PB) - O prefeito, Jurandi Pileque (PMDB), meteu os pés pelas mãos e gastou mais do que o município arrecadou no ano de 2017, segundo dados levantados pelo helenolima.com disponíveis no Sagres do Tribunal de Contas do Estado (TCE) no período que compreende janeiro e novembro.

 

Neste espaço de 11 meses, a Prefeitura taperoaense teve como receitas,R$  22.218.492,35 milhões.

 

No entanto, empenhou para pagamento no mesmo período, R$ 23.088.457,53 milhões, tendo pago efetivamente R$ 20.912.896,53 milhões, restando um resto de contas a pagar de R$ 2.175.560,09 milhões.

 

Vale salientar que o prefeito ainda demitiu diversos funcionários contratados para ver se amenizava a situação, mas pelo visto não deu muito resultado prático não.

 

Fornecedores de bens e serviços à Prefeitura também estão com contas para receber da Prefeitura desde 2016 e, apesar das constantes cobranças, só recebem promessas vazias por parte do alcaide.

 

A receita que entrou nos cofres do Tesouro Municipal entre janeiro e novembro de 2017 supera a cifra dos R$ 22 milhões

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A Prefeitura no entanto gastou mais do que arrecadou, ou seja, mais de R$ 23 milhões

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook