Por falta de PSF moradores da Carneira no Junco são atendidos em igreja e até debaixo de árvore

Saude

04/06/2019 às 09h31

Por falta de PSF moradores da Carneira no Junco são atendidos em igreja e até debaixo de árvore

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 438 VEZES

JUNCO DO SERIDÓ - A igreja da comunidade rural da Carneira, região norte do município, está servindo como posto de saúde improvisado há pelo menos quatro meses, haja vista que a Prefeitura desativou o PSF da localidade para fazer uma reforma e depois disse que não havia dinheiro para concluir os trabalhos.

 

A secretária Municipal de saúde atual, é Narjara Medeiros, irmã do prefeito, Kleber Medeiros, que assumiu a pasta em janeiro deste ano e, desde então, os problemas no setor só crescem.

 

Os moradores da Carneira, uma comunidade muito bem habitada, reclamam que não têm nenhuma privacidade no momento de ser atendidos pelo médico, que vai ao local uma vez por semana, as quintas.

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

A secretária de saúde Narjara é irmã do prefeito Kleber e não consegue oferecer um serviço razoável à população


"Infelizmente, a gente fica com vergonha na hora de se consultar com o médico, pois todo mundo fica olhando e ouvindo tudo, né, pois é um salão e não tem divisórias", disse uma agricultora.

 

Faz mais ou menos quatro meses que essa reforma no PSF da Carneira teve início, mas só depois de desativar as instalações e dar início aos trabalhos, a Prefeitura parou os serviços alegando que o Ministério da Saúde não havia repassado o dinheiro para conclusão dos serviços, comprovando a incompetência e falta de planejamento dessa gestão, considerada uma das piores de todos os tempos de Junco do Seridó.

 

Enquanto isso, a população é obrigada a se submeter a constrangimentos de ser atendida sem nenhuma privacidade no salão de uma igreja.

 

Para piorar ainda mais a situação, se é que isso seja possível, na semana passada, os moradores foram atendidos, pasmém, debaixo de uma árvore, segundo informaz um morador ao helenolima.com.

 

"É verdade, a obra está parada e, na semana passada, fomos atendidos debaixo de um pe de pau. A bagunã tá grande aqui", detona o agricultor.

 

A imagem pode conter: planta e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: mesa

A imagem pode conter: área interna

A imagem pode conter: céu, árvore, nuvem, atividades ao ar livre e natureza

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook