O ilegal vai financiar o legal no Rio de Janeiro

Brasil

20/07/2018 às 16h20

O ilegal vai financiar o legal no Rio de Janeiro

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 265 VEZES

RIO DE JANEIRO - Um projeto de lei sancionado pelo governador, Luiz Fernando Pezão (MDB) é mais um reforço para as forças de segurança do Estado.

 

De acordo a nova Lei 8029/2018, os recursos arrecadados pelas autoridades a partir da apreensão de produtos contrabandeados, cargas roubadas e outras modalidades criminosas serão destinados para o aparelhamento das forças de segurança pública e no combate à ilegalidade.


Para Edson Vismona, presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e do Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP), essa é uma Lei importante para o combate a criminalidade e a ilegalidade no Rio.

 

"Medidas como essa deveriam ser adotadas em todos os estados do país, pois representam mais um passo em direção à legalidade e, fortalecendo o orçamento da área de segurança, é muito bem-vinda", afirma.

 

Para ele, é preciso adotar ações em diferentes frentes para reduzir o tamanho o mercado ilegal no Brasil.
 

Em 2017, o mercado ilegal gerou perdas de R$ 146 bilhões ao País, valor que poderia ser revertido em benefício da população.

 

"Esses prejuízos foram maiores do que o orçamento da União para as áreas de Saúde (R$ 110,2 bilhões) e Educação (R$ 111,3 bilhões), o que mostra a situação absurda que o país enfrenta" analisa Vismona.

Comentários

Veja também

Facebook