Lançado aplicativo de smartphone exclusivo para MEIs

Econômia

30/05/2019 às 09h11

Lançado aplicativo de smartphone exclusivo para MEIs

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 230 VEZES

Com apenas alguns toques na tela do smartphone, o microempreendedor individual (MEI) agora terá as principais informações acerca da própria trajetória empreendedora a disposição, assim como a programação de cursos e eventos apropriados ao seu perfil que são ofertados pelo Sebrae.

 

Essas são algumas das propostas do, aplicativo já disponível para os MEIs, de maneira exclusiva, e que foi desenvolvido pelo Sebrae Nacional.

 

Após “baixar” o aplicativo no Google Play Store e efetuar a instalação, basta inserir o CNPJ para ter acesso às informações do MEI.

 

Durante as comemorações de dez anos de criação do MEI, que ocorrerão em julho, estão previstas novidades em termos de funcionalidade do aplicativo.

 

Atualmente, em sua primeira versão, o “Sebrae” está disponível apenas para smartphones que possuem o sistema Android, devendo ser estendido para o iOS nas próximas atualizações.

 

A opção por priorizar o Android ocorreu porque pesquisas realizadas apontaram que 80% dos MEIs utilizam este sistema.

 

De acordo com o gerente da unidade responsável pelo relacionamento digital do Sebrae Paraíba, João Jardelino, o aplicativo informa acerca de todas as capacitações e cursos realizados pelo empreendedor na instituição, de modo a mostrar o seu desenvolvimento, assim como também traz informações empresariais, inclusive com alertas para o pagamento da contribuição mensal (DAS) do MEI, por exemplo.

 

“O aplicativo também tem recomendações personalizadas, com vídeos, textos, áudios e eventos, além de dicas de serviços bancários, pesquisas de consumo, desempenho e busca de fornecedores. Se ainda assim o MEI tiver dúvidas, poderá consultar um assistente Sebrae, que é um chat bot com um banco de respostas disponível no site da instituição. Se ele não tiver a resposta, a dúvida é direcionada para um analista do Sebrae. O app também indica cursos e eventos perto do MEI a partir das suas preferências”, explica.

Comentários

Veja também

Facebook