Justiça mantêm prisão do prefeito de Cabedelo e seus comparsas

Policial

03/04/2018 às 22h10

Justiça mantêm prisão do prefeito de Cabedelo e seus comparsas

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 237 VEZES

As 11 pessoas investigadas na Operação Xeque-Mate, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (3), em parceria com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB), tiveram a prisão mantida por decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba, durante audiência de custódia.

 

A Operação investiga um esquema de corrupção na administração pública do município de Cabedelo no âmbito dos poderes Executivo e Legislativo e dentre os presos estão o prefeito da cidade, Leto Viana, a primeira-dama e vereadora Jacqueline Monteiro França, e o presidente da Câmara Municipal, Lúcio José.

 

O prefeito Leto Viana foi encaminhado para o 5º Batalhão da Polícia Militar, juntamente com o vereador Antônio Bezerra do Vale Filho, o professor Cleuriston Vasconcelos, o presidente da Câmara Lúcio José do Nascimento Araújo e o vereador Rosildo Pereira Araújo, conhecido como Júnior da Tele.

 

A primeira-dama Jacqueline foi encaminhada para a 6ª Companhia de Polícia Militar de Cabedelo, assim como a servidora da Câmara, também presa durante a Operação, Leila Maria Viana do Amaral.

 

O assessor do prefeito, Adeildo Bezerra Duarte, foi encaminhado para o Presídio do Roger, junto com o empresário do ramo de segurança, Marcos Antônio Silva dos Santos.

 

Já Inaldo Figueiredo da Silva, presidente da Comissão de Avaliação de Imóveis, e o vereador Tércio de Figueiredo Dornelas Filho tiveram que ser encaminhados para a 6ª Companhia da PM, em Cabedelo.

 

Fonte: Portal Correio

Comentários

Veja também

Facebook