Estado vai interiorizar ações do Programa Paraíba Rural Sustentável

Agricultura

19/03/2019 às 21h07

Estado vai interiorizar ações do Programa Paraíba Rural Sustentável

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 289 VEZES

JOÃO PESSOA -  A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) será responsável por ajudar o Governo do Estado a interiorizar as ações do Programa Paraíba Rural Sustentável, executado pelo Cooperar, que tem como objetivo melhorar o acesso à água, reduzir a vulnerabilidade agroclimática e aumentar o acesso a mercados da população rural da Paraíba.

 

Nesta terça-feira (19), o 1º secretário da Famup, o prefeito de Pedra Branca, Allan Bastos, assinou o termo de início do programa com investimentos de R$ 300 milhões.

 
“É importante a Famup fazer parte dessa ação que garante o desenvolvimento regionalizado na área da agricultura familiar. Nosso papel é garantir junto aos prefeitos a efetivação do programa nos municípios paraibanos, respeitando as características e potencialidades de cada um. É muito importante essa iniciativa que visa a convivência com a seca, principalmente, as grandes adversidades climáticas que enfrentamos nos últimos anos ”, destacou o prefeito Allan.
 
O Projeto Cooperar esteve paralisado durante algum tempo, porque um empréstimo foi aprovado há um ano e cinco meses com o Banco, mas o Estado não tinha sido autorizado pelo Governo Federal, até dezembro do ano passado, a contrair empréstimo.
 
Serão investidos recursos na parte de segurança hídrica, perfuração de poços, implantação de dessalinizadores, implantação de sistemas de abastecimento, para levar às comunidades rurais recursos de uma maneira direta, implantando e reforçando os arranjos produtivos locais, seja de usinas de beneficiamento de mel, seja na produção de qualquer produto que venha a partir da agricultura.
 
Os recursos para execução do programa são oriundos do empréstimo com o Banco Mundial, no valor de US$ 50 milhões, mais US$ 30 milhões de contrapartida do Estado, totalizando US$ 80 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 330 milhões.

 

Serão beneficiadas 117 mil famílias paraibanas que trabalham com a agricultura familiar.

Comentários

Veja também

Facebook