Enquanto agricultora precisa de R$ 5 mil para cirurgia na visão, Prefeitura gasta R$ 127 mil com cantor

Saude

05/09/2019 às 09h15

Enquanto agricultora precisa de R$ 5 mil para cirurgia na visão, Prefeitura gasta R$ 127 mil com cantor

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 729 VEZES

SOLEDADE (PB) - O prefeito, Geraldo Moura Ramos (PP), divulgou a contração do cantor, Léo Magalhães, que se apresenta na cidade no próximo dia 21, nas festividades de Emancipação Política, ao preço de R$ 127 mil.

 

Além disso, mais duas atrações locais, foram anunciadas ao preço de R$ 6 mil cada uma.

 

Ou seja, só com essas três atrações, serão gastos R$ 139 mil por algumas horas de entretenimento.

 

Enquanto isso, a agricultora, Angela Pereira, faz bingos com o intuito de arrecadar fundos para a realização de uma cirurgia na visão, que custa R$ 5 mil na rede privada de saúde.

 

Ela já tentou conseguir ajuda junto ao sistema Municipal de saúde Soledadense, mas não obteve sucesso.

 

Por isso, vem realizando campanhas para tentar arrecadar os R$ 5 mil.

 

Esse caso é apenas um entre os muitos que acontecem em Soledade, pois é comum pessoas irem a Prefeitura pedir ajuda, principalmente, no setor de saúde, mas só recebem porta na cara.

 

Até um simples carro para transladar pacientes é negado frequentemente.

 

Isto é, o alcaide não cuida das pessoas e prefere investir na política do pão e circo e simplesmente abandona os patrícios, principalmente os mais necessitados, que são maioria e os que mais precisam do poder público.

 

Apenas a título de informação, só com o dinheiro gasto para pagar o cachê de Léo Magalhães, R$ 127 mil, daria para pagar 25 cirurgias da que a agricultora precisa e ainda sobraria R$ 2 mil.

 

Porem Geraldo prefere gastar esse recurso público na contratação de um artista de renome Nacional, ao invés de cuidar da saúde das pessoas.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook