Cultivo de amendoim é tema de seminário na cidade de Itabaiana

Agricultura

21/05/2018 às 22h01

Cultivo de amendoim é tema de seminário na cidade de Itabaiana

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 187 VEZES

ITABAIANA - Discutir e analisar o cultivo de amendoim, cultura que ganha espaço entre as famílias agricultoras paraibana, é o objetivo principal do Seminário Cultura do Amendoim no Vale do Paraíba, que acontece nesta sexta-feira (25), a partir das 9 horas, na sede da Câmara Municipal e conta com apoio do Governo do Estado, em parceria com a Embrapa Algodão, Banco do Nordeste e Prefeitura.

 

A programação do seminário consta de palestras e mesa redonda.

 

Produção Integrada do Amendoim no Brasil: situação e perspectivas será o tema da primeira palestra, proferida pelo técnico Raul Porfírio de Almeida, da Embrapa Algodão.

 

Em seguida, o engenheiro Agrônomo da Emater, Aristarco Dias de Araújo, falará sobre o cultivo do amendoim na Paraíba. 

 

A imagem pode conter: planta, árvore, grama, céu, atividades ao ar livre e natureza

 

Após um pequeno intervalo, a partir das 10h30, a gerente do Pronaf do Banco do Nordeste, Yvanna Kelly,  fará palestra sobre crédito rural destinado aos agricultores interessados no cultivo do amendoim.

 

O encerramento do evento está previsto para as 12h. Antes, os técnicos, extensionistas e agricultores presentes participarão de uma mesa redonda para debaterem sobre os problemas e possíveis soluções inerentes à cultura na região.

 

A imagem pode conter: céu, montanha, nuvem, atividades ao ar livre e natureza

 

Produção

 

De acordo com o coordenador regional da Emater em Itabaiana, Paulo Emílio de Sousa, cerca de 200 famílias agricultoras cultivam amendoim naquela região com  assistência técnica e extensão rural, a partir do preparo do solo à comercialização.

 

Entre outras ações, “contam com seleção de sementes, combate às pragas e doenças com manejo integrado e defensivos naturais”, explica.

 

Atualmente, a área cultivada com amendoim é de mais de 500 hectares de terra  e uma estimativa de produção em torno de 500 mil quilos.

 

A imagem pode conter: céu, nuvem, montanha, árvore, grama, planta, atividades ao ar livre e natureza

 

O período de plantio acontece entre os meses de março e abril e a colheita em julho e agosto. Após o beneficiamento, que é feito em mini agroindústrias  de Itabaiana,  o amendoim é comercializado  na Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

 

Os preços são variados: o quilo para o agricultor sai entre R$ 2,50 a R$ 4,00 do amendoim em casca enquanto o descascado é vendido a R$ 12,00.

 

Os municípios maiores produtores são, Itabaiana, Mogeiro, Juripiranga, Pedras de Fogo, Pilar, Salgado de São Félix, São José dos Ramos e São Miguel de Taipu, todos jurisdicionados pela região administrativa da Emater de Itabaiana.

Comentários

Veja também

Facebook