Chamados de "ratos", vereadores cobram retratação por parte de deputado

Politica

08/11/2018 às 12h51

Chamados de "ratos", vereadores cobram retratação por parte de deputado

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 298 VEZES

CAMPINA GRANDE - As declarações polêmicas do deputado Estadual, Manoel Ludgério (PSD), marido da atual presidente da Câmara, Ivonete Ludgério (PSD), taxando os vereadores de "Ratos", repercutiram no plenário na manhã desta quinta-feira (8) durante sessão ordinária.

 

O primeiro a falar foi Márcio Melo (PSDC) que, na condição de vice-presidente da Casa Félix Araújo, presidia a sessão, na ausência de Ivonete.

 

O vereador exigiu que Ludgério faça uma retratação e disse que na Câmara tem 23 homens e mulheres de vergonha na cara.

 

Ele garante que vai respeitar a reeleição de Ivonete e que também vai fazer parte da mesa diretora durante o próximo biênio na condição de primeiro secretário.

 

Ele disse que ter sido chamado de "rato" foi um grande desrespeito e que isso ficou muito ruim perante a população.

 

"Cheguei em um determinado lugar e um popular veio me perguntar se eu era um rato. Isso é uma coisa chata, pois não sou rato, assim como meus colegas aqui e exigimos respeito. Peço com todo o carinho e todo respeito que temos a vereadora, Ivonete e ao deputado, Manoel Ludgério, uma retratação", disse o primo do prefeito, Romero Rodrigues (PSDB).

 

O ex-presidente da Câmara entre 2015/16, Antonio Alves Pimentel Filho (PSD), se sentiu humilhado com a declaração do deputado e, da mesma forma, exigiu respeito.

 

Ele disse que é vereador há 30 anos e que não aceita a postura agressiva do deputado, exigindo, da mesma forma, uma retração pública.

 

Os vereadores, Luciano Breno (Patriotas) e Marinaldo Cardoso (PRB), no mesmo sentido, fizeram ponderações e cobraram uma explicação a respeito da publicação feita por Ludgério, onde são chamados de ratos.

 

O clima azedou de vez na Câmara e provocou um grande mal estar as declarações do deputado, ainda mais pelo fato dele já ter se declarado como pré-candidato a prefeito e espera contar com  o apoio do grupo de situação.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook