Candidatos a Estadual do PDT ameaçam desistir caso chapão com PSB seja confirmado

Politica

06/08/2018 às 09h46

Candidatos a Estadual do PDT ameaçam desistir caso chapão com PSB seja confirmado

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 519 VEZES

Um principio de crise se instalou no PDT paraibano após a convenção deste domingo (5) que homologou oito nomes para a disputa do cargo de deputado Estadual.

 

Tudo isso porque o PSB exigiu que o PDT integre o chapão, fato que desagradou os candidatos pedetistas.

 

Por causa disso, alguns dos candidatos do 12 disseram a este canal de comunicação que irão desistir da disputa, pois um chapão com o PSB tiram completamente as chances deles chegaram a Casa de Epitácio Pessoa com uma votação em torno de 15 mil votos.

 

Inicialmente, o PDT decidiu que iria se coligar para deputado Estadual com o DEM, PPS, Rede e PMN.

 

Isso agradou os candidatos da legenda trabalhista, haja vista que com 60 concorrentes na coligação, haveria chances de eleger ao menos quatro deputados e um desses poderia chegar com até 15 mil votos ou menos.

 

No entanto, logo após a convenção, o presidente do PDT no Estado, Renato Feliciano, telefonara para um dos candidatos e avisou que o PSB exigiu a formação do chapão.

 

"Jogaram um balde de água fria na minha candidatura, pois em um chapão com o PSB, minhas chances simplesmente se esvaíram. Eu, que almejava me eleger com 15 mil votos ou menos, agora preciso ter mais de 25 mil votos nesta nova composição. Ou seja, serei apenas a intera para os candidatos do 40. Nessas condições, não irei para a disputa. Já perdi tempo demais em política", disse um dos candidatos do PDT, acrescentando que vai procurar a direção do partido e comunicar sua desistência.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook