Bolsonaro corta R$ 1 bi em obras de abastecimento e esgoto; Paraíba perde R$ 70 milhões

Brasil

07/06/2019 às 01h06

Bolsonaro corta R$ 1 bi em obras de abastecimento e esgoto; Paraíba perde R$ 70 milhões

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 362 VEZES

Por determinação do presidente da República, Jair Bolsonaro, a Funasa, através da portaria 4749 de 31 de maio, determinou o cancelamento de recursos para obras de abastecimento, esgoto, resíduos e outros, cujos convênios havia sido celebrados em 2017 e 2018.

 

Municípios de todo o País foram prejudicados com o corte dos recursos que atingem a cifra de mais de R$ 1 bilhão (R$ 1002.546.926,02).

 

Na Paraíba, 41 municípios foram prejudicados com os cortes, o que representa aproximadamente R$ 70 milhões que deixarão de ser investidos nessas cidades.

  

A alegação do Governo para o corte é que trata-se de "emenda coletiva, com empenho parcial, sem desembolso por parte do concedente, sem execução física iniciada e sem disponibilidade orçamentária suficiente para garantir a execução dos objetos pactuados".

 

Um dos municípios prejudicados é Juazeirinho, que iria ser contemplado com uma verba de R4 500 mil.

 

Em entrevista ao helenolima.com, o prefeito, Bevilacqua Matias (Avante), lamenta o corte e critica o Governo de Bolsonaro.

 

"Infelizmente, houve o cancelamento por parte do Governo Federal de todos os convênios a nível Nacional, de abastecimento d'água e esgotamento sanitário agora de 2017 e 2018 da Funasa. É lamentável o cancelamento desses serviços essenciais para a população", decepciona-se o alcaide juazeirinhense.

 

O município de Soledade também foi prejudicado com a perda de uma emenda no valor de R$ 250 mil.

 

Confira todas as cidades paraibanas prejudicadas com o corte:  

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook