Bolsonaro ameaça "cortar a cabeça" de aliado que criticar seu Governo

Brasil

06/11/2018 às 09h29

Bolsonaro ameaça "cortar a cabeça" de aliado que criticar seu Governo

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 337 VEZES

RIO DE JANEIRO - O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse nesta segunda-feira (5) que não vai tolerar críticas públicas de pessoas que fazem parte ou assessoram a equipe do futuro Governo.

 

“A decisão que eu tomei, quem criticar qualquer um de nós publicamente (eu) corto a cabeça”, disse ele, em entrevista à Band.

 

A fala foi uma resposta dada depois que o apresentador, José Luiz Datena, citou reportagem do UOL em que Marcos Cintra, assessor de Paulo Guedes, critica a adoção do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) e defende a aplicação de alíquota reduzida sobre toda transação nas contas bancárias, algo semelhante à extinta CPMF.

 

Cintra é um dos principais conselheiros de Guedes, já anunciado como futuro ministro da Economia.

 

“Esse cara já foi deputado e está lá na equipe de transição. Já conversei com ele para não falar aquilo que não tiver acertado com o Guedes e comigo. Parece que tem certas pessoas que, se é a verdade a informação, não pode ver uma lâmpada que se comporta como mariposa”.

 

Posteriormente, Bolsonaro amenizou o tom e afirmou ter “profundo apreço pelo Marcos Cintra”.

 

Durante a entrevista, no entanto, visivelmente irritado, o presidente eleito afirma que “quem critica é a oposição. E quem quer ser oposição tem que estar fora do meu Governo”.

 

Com informações da Reuters

Comentários

Veja também

Facebook