Aulas do município e Estado serão suspensas por uma semana em Juazeirinho

Educação

08/04/2018 às 14h10

Aulas do município e Estado serão suspensas por uma semana em Juazeirinho

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 549 VEZES

JUAZEIRINHO - Em contato com a redação do helenolima.com no início da tarde deste domingo (8), o prefeito, Bevilacqua Matias (Avante), comunicou que as aulas das redes Municipal e Estadual de ensino na cidade, estão suspensas por uma semana a partir desta segunda-feira (9), até que a Prefeitura consiga consertar as estradas vicinais, os ônibus escolares e algumas escolas que tiveram problemas em suas estruturas devido as fortes chuvas registradas nos últimos dias.

 

"Nós estamos no município com uma situação diferenciada, pois as chuvas estão muito fortes e deterioraram as estradas vicinais, impossibilitando o tráfego de veículos. A Prefeitura conserta num dia em determinada região, mas vem a chuva novamente e danifica o trabalho, que fica perdido. Vamos para outro setor, fazemos a manutenção e, novamente, vem a chuva e danifica de novo. Então, sempre vai ter alunos com dificuldades de chegar a escola e perdendo aulas. Depois, vem outra dificuldade, pois não se pode repor aula só para um determinado grupo de estudantes. Portanto, conversando com a nossa equipe de educação e em comum acordo com as escolas do Estado, decidimos suspender as aulas de todo o município por uma semana para que possamos consertar as estradas e reparos em algumas escolas que por ventura possam ter sido afetadas", explica o alcaide.

 

Bevilacqua disse ainda que está com cinco ônibus que faz o transporte escolar quebrados devido a precariedade das estradas, sendo que dois foram enviados para conserto em Campina Grande e três em Juazeirinho.

 

Ele afirma que entre segunda e terça-feira (10), esses três ônibus estarão a disposição e os outros dois durante a semana serão consertados.

 

"Porque devido as estradas, não tem ônibus que aguente e quebra mesmo e os carros pequenos não conseguem passar", acrescente o gestor.

 

O chefe do executivo juazerinhense aproveitou a oportunidade para criar a gestão anterior, que em quatro anos não fez a manutenção devida na malha rodoviária vicinal, deixando de consertar as artérias que dão acesso da extensa zona rural à cidade e vice versa.

 

"Isso é igual tratamento de dente, onde vocês faz a retirada de tártaro, canais, restaurações e coloca tudo novo. Porem se não fizer higiene e escovação adequada, daqui a pouco os problemas serão os mesmos. Foi justamente isso que aconteceu com quase tudo no município. As estradas, os prédios públicos, que não tiveram a devida manutenção e, quando vieram as chuvas fortes, porque em alguns setores choveu num dia só mais de 150 milímetros, isso fez com que tivéssemos sérios problemas", observa Bevilacqua.

 

Problemas também na zona urbana

 

O prefeito elenca também diversos problemas na cidade, pois alguns logradouros, onde perduram problemas históricos, a exemplo do bairro Frei Damião, na zona oeste, como as ruas da Capela  e a do Meio.

 

"Na rua da Capela, por exemplo, ela é mais alta em um canto e mais alta em outro e a água e o esgoto ficam aglutinados no meio, polis não tem o devido declive. Mas estamos fazendo uma abertura em um terreno do empresário, Natércio Assis, que nos autorizou, para resolvermos o problema", conclui.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook

 -->