Atual gestão abandona zona rural e deixa agricultores sem água em Picuí

Agricultura

08/12/2016 às 13h42

Atual gestão abandona zona rural e deixa agricultores sem água em Picuí

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 471 VEZES

Nos últimos dias nossa redação recebeu algumas sugestões de pauta e uma delas foi que visitássemos algumas comunidades rurais no município de Picuí, beneficiadas com o programa Água para Todos.

 

Nesta quarta-feira (7), junto com o ex-secretário de agricuktura, Aguifá Lira e sua esposa, a vereadora reeleita Jozelma (PR), fomos verificar o que está acontecendo.

 

Na comunidade Lajedo dos Tomás, encontramos uma placa de energia solar instalada, um poço perfurado, mas não instalado.

 

Já o poço feito pelo município está sem funcionar por falta de bomba; a que existia apresentou problemas e, segundo um morador, levaram para conserto e nunca mais voltaram com a bomba.

 

Moradores solicitam que a administração abra os cadeados para que eles tirem água com uma caneca.

 

Nesta mesma comunidade encontramos chafarizes com hidrômetros instalados, que deveriam servir aos moradores, mas com torneiras secas, sem um pingo d’água e povo com sede.

 

Na comunidade Quixaba, também encontramos uma placa de energia solar do programa água para todos instalada, mas num poço que já existia.

 

Tem muita água, mas a caixa precisando ser recuperada, em alguns o local da torneira tá sendo tampado com uma rolha de madeira.

 

De acordo com o Sagres o empenho:    0003196, de 23/06/2014, liberou o valor de R$ 78.000,00, para Implantar Sistema de Abastecimento Singelo de Água (Obras e Instalações), referente à 1ª medição da implantação de sistemas coletivos de captação, armazenamento e distribuição de água para o consumo humano nas comunidades: Massapê, Quixaba e Lajedo dos Tomaz, zona rural de convenio entre Sudene e o município de Picuí-PB.

 

Prováveis falhas na execução do programa, fez com que o município não recebesse a parcela seguinte.

 

O prefeito eleito, Olivanio (PT), terá que ‘correr atrás’, ver na Sudene o que aconteceu e tentar destravar esse projeto de suma importância para as comunidades beneficiadas.

 

Lamarão

 

Na comunidade Lamarão, encontramos um poço sem serventia para os moradores; o cata-vento está sem puxar água pra o reservatório.

 

De acordo com Aguifá, experiente no assunto, o problema deve ser na varilha, mas é fácil de resolver, basta querer.

 

Moradores daquela região solicitam da administração Municipal, uma solução para o problema, já que a escassez de água é gritante.

 

Por Francisco Araújo 

Comentários

Veja também

Facebook