Apesar de gastar R$ 1,2 milhão com propaganda prefeito de Soledade nega exame de R$ 200

Saude

13/06/2018 às 10h33

Apesar de gastar R$ 1,2 milhão com propaganda prefeito de Soledade nega exame de R$ 200

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 608 VEZES

SOLEDADE (PB) - Enquanto o prefeito, Geraldo Moura Ramos (PP), assinou um aditivo autorizando gastos de R$ 600 mil com propaganda, o sistema Municipal de saúde vive um de seus piores momentos na história.

 

Falta de tudo e a população tem que se virar como pode para conseguir medicamentos e a realização de exames.

 

É o caso de dona Maria de Lurdes Julião Lima, uma senhora de 52 anos, esposa do conhecido Grigório Pedreiro, que teve que recorrer a população para conseguir realizar um ecocardiograma que custa R$ 200.

 

Há seis meses, dona Lurdes tenta, sem sucesso, conseguir o exame pela Prefeitura, mas o prefeito até o momento não resolveu a questão.

 

Diante da letargia do gestor, familiares e amigos de dona Lurdes, decidiram agir por conta própria e deram início a uma campanha através do grupo de WhatsApp População Unida, para arrecadar fundos e levantar a quantia para que dona Lurdes possa fazer o ecocardiograma.

 

Estão pedindo a populares brindes para a realização de uma rifa e alguns políticos da oposição também doaram uma parte do dinheiro.

 

Enquanto isso, o prefeito acaba de anunciar gastos superior a R$ 135 mil só com as atrações musicais para os festejos juninos e R$ e uma licitação de R$ 74 mil só para fotografias.

 

Isso explica, por exemplo, a alta rejeição dos soledadenses ao atual chefe do executivo que, segundo pesquisas internas, beira os 80% de reprovação ao seu Governo capenga.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook