Alerta ao Hospital Municipal de Soledade

Saude

04/07/2018 às 00h05

Alerta ao Hospital Municipal de Soledade

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 823 VEZES

SOLEDADE (PB) - No último dia 24 de junho, precisamos do SAMU para atendimento ao meu irmão.

 

Fomos informados que a unidade de Soledade estava em uma ocorrência e que eu me dirigisse ao hospital pq o paciente estava grave.

 

Esclareci que estava no hospital e não tinha médico nem lá nem no SAMU.

 

Pediram p eu passar o telefone para a enfermeira de plantão que foi orientada a acompanhar o paciente até o Trauma, de pronto foi atendida e com uma ressalva de que se não tivesse médico no hospital fechasse as portas, mas se estava aberto teria que atender.


Passada uma semana, dia 30, retornamos ao hospital, fomos atendidos, passou a tarde no soro e mandaram para casa.

 

Dia 1 (domingo) pela manhã, novamente hospital com ele grave,fomos atendidos pelo médico de plantão, Dr Bertoni, que encaminhou para o trauma.

 

A unidade do SAMU estava no hospital mas não tinha médico no SAMU.

 

Tendo sido encaminhado na ambulância do hospital sem uma enfermeira acompanhado , sem balão ,sem nada. Apenas o motorista.
 

Registro esse fato para que não aconteça com outro ser humano o que aconteceu com meu irmão, saiu de Soledade  falando com vida, e quando abriram a porta da ambulância em frente ao trauma, já estava sem vida.


Senhores profissionais da saúde, tratem o paciente como se fosse de vocês, hoje foi meu irmão, amanhã pode ser um.filho de vocês.


Muito obrigada! Espero que nunca mais aconteça de mandarem paciente para Campina Grande, sem o acompanhamento de um técnico de enfermagem.


Resumindo, era o dia dele? Não sei. Se ele estivesse no balão teria prolongado a vida? Não sei.

 

Só sei que faltou na hora que ele mais precisou e eu perdi um irmão com 50 anos.

 

Por Rosa Gouveia, ex-vereador por 5 mandatos em Soledade

Comentários

Veja também

Facebook