Prefeito não paga motoristas que transportam pacientes de Soledade à CG

Saude

31/10/2017 às 23h20

Prefeito não paga motoristas que transportam pacientes de Soledade à CG

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 505 VEZES

SOLEDADE (PB) - O caos instalado na administração Municipal, atinge áreas primordiais, a exemplo da saúde, onde faltam médicos no hospital, medicamentos e equipamentos.

 

Nesta terça-feira (31), por exemplo, algumas mulheres mantiveram contato com a redação do helenolima.com, para denunciar que foram em busca de veículo para levar pacientes à Campina Grande, mas foram informadas de que não tinha carro porque estavam quebrados e, além disso, o prefeito, Geraldo Moura Ramos (PP), não pagou aos motoristas.

 

"Quando a gente chega lá, simplesmente a 'menina' que pega os nomes fala assim: 'o carro tá desmantelado (sic) porque o prefeito não mandou consertar. Além disso, só tem dois carros e os funcionários não querem ir porque estão com os salários atrasados e que a gente não pode fazer nada'. É a resposta que dão pra nós", afirma uma das mulheres que foram um busca do serviço e levaram um não.

 

Enquanto isso, o prefeito gastou mais de R$ 8.300 em combustíveis para abastecer um caminhão pipa que havia dois meses estava quebrado no pátio do hospital da cidade e mais R$ 7.868 para produção de uma vinheta com duração de 30 segundos sobre o são João.

 

Além disso, o gestor deixou de repassar aos cofres do Instituto de Previdência de Soledade (Ipsol), durante os meses de agosto e setembro, R$ 250 mil.

 

Da redação

Comentários

Veja também

Facebook