Seminário sobre enfrentamento a violência contra juventude negra reúne prefeitos em Recife

Brasil

19/11/2018 às 11h41

Seminário sobre enfrentamento a violência contra juventude negra reúne prefeitos em Recife

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 138 VEZES

RECIFE - A ONU Brasil, a Frente Nacional de Prefeitos e a Prefeitura Municipal da capital pernambucana, promovem entre quarta (21) e quinta-feira (22), na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), o seminário “Vidas Negras: diálogos sobre ações governamentais de enfrentamento a violência contra as juventudes”.

O evento vai reunir gestores públicos de municípios de médio porte com alta vulnerabilidade juvenil.

Serão dois dias de trocas de experiências com pares do Brasil e da Colômbia, reconhecidos por boas práticas de enfrentamento a violência letal, com ênfase na redução de homicídios e na promoção da cidadania entre jovens.

Entre os oficiais das Nações Unidas, estarão presentes, Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil, e Raquel Quintiliano, do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

O encontro se dará no contexto da campanha Vidas Negras, liderada pelas Nações Unidas no Brasil, lançada em novembro de 2017, que tem por objetivo dar visibilidade para um dos mais graves desafios brasileiros da atualidade — a violência contra a juventude, em particular a juventude negra.

Uma pessoa negra entre 15 e 19 anos tem hoje três vezes mais chance de ser assassinada do que uma pessoa branca na mesma faixa etária no País.

Relatórios e pesquisas recentes têm apontado que este fenômeno também se distribui de forma extremamente desigual pelos municípios brasileiros.

Apenas 123 municípios respondem por 50% das mortes em todo o Território Nacional.

O objetivo do seminário é criar uma plataforma de diálogo, inaugurando um fórum no qual administradores e administradoras públicas, observatórios de políticas e programas, institutos de pesquisa e sociedade civil, possam trocar informações sobre boas práticas, adaptando-as aos seus respectivos contextos locais.

O fórum também visa estimular o intercâmbio de evidências relativas à implementação e avaliação de políticas e intervenções de redução da violência em diversas localidades (no Brasil e em outros contextos latino-americanos), trazendo boas práticas, lições aprendidas e recomendações para a formulação de políticas públicas de prevenção à violência letal contra a juventude negra.

Clique aqui para acessar a programação.

Comentários

Veja também

Facebook